sábado, 29 de abril de 2017

Polícia fecha rádio gospel pirata e prende dois pastores em flagrante

 
0
A Polícia Civil do estado de São Paulo prendeu em flagrante dois pastores na última terça-feira, 25 de abril, por manter um programa em uma rádio gospel pirata que funcionava no interior do estado.
A identidade dos pastores, que tinham 43 e 47 anos de idade, não foi revelada, mas a Polícia Civil informou que a emissora, chamada Sintonia FM, operava na frequência 105,5 em Pindamonhangaba (SP).

A investigação sobre a rádio pirata começou há dois meses, após a Polícia receber uma denúncia de interferência em telecomunicação. Ao longo do período destacado, os policiais tentaram identificar a origem do sinal da emissora, e descobriu-se que a antena ficava localizada em um terreno, e o estúdio em outro local.
Rádios piratas voltadas ao público evangélico são extremamente comuns Brasil afora, mas os transmissores dessas emissoras, geralmente, não são homologados pela Anatel, o que pode causar interferências na comunicação de aviões, ambulâncias e outros serviços essenciais, e até, bloqueando sinal de rádios e TVs legalizadas.


A investigação sobre a rádio pirata começou há dois meses, após a Polícia receber uma denúncia de interferência em telecomunicação. Ao longo do período destacado, os policiais tentaram identificar a origem do sinal da emissora, e descobriu-se que a antena ficava localizada em um terreno, e o estúdio em outro local.
Rádios piratas voltadas ao público evangélico são extremamente comuns Brasil afora, mas os transmissores dessas emissoras, geralmente, não são homologados pela Anatel, o que pode causar interferências na comunicação de aviões, ambulâncias e outros serviços essenciais, e até, bloqueando sinal de rádios e TVs legalizadas.NOTICIAS GOSPEL.

O arrebatamento não terá contagem regressiva, sugere filha de Billy Graham: “Estejam prontos”

 
0
O arrebatamento continua sendo um dos temas que mais causam interesse nos cristãos, e a necessidade de estar sempre pronto para o chamado Grande Dia foi tema de um artigo da escritora e evangelista Anne Graham Lotz, filha do veterano Billy Graham.
A evangelista é uma líder cristã ativa nos Estados Unidos, fundadora de dois ministérios relevantes e pregadora. No artigo publicado pelo portal da Associação Evangelística Billy Grham, ela traça paralelo entre o arrebatamento com uma atividade comum a todas as pessoas.NOT´´ICIAS GOSPEL.
“A Bíblia ensina que todos os seguidores de Jesus devem planejar e se preparar para uma ‘viagem’. A viagem não será apenas realizada quando formos para o Céu após a nossa morte, mas também é algo muito singular que acontecerá ao final da história da humanidade, como a conhecemos”, comparou.
“Somos ensinados que os crentes da última geração não sofrerão a morte física, mas serão simplesmente levados no que chamamos de ‘arrebatamento’ […] para encontrarmos Jesus e nos reunirmos com os nossos queridos que morreram em Cristo e se foram antes de nós. Esta será a viagem de toda vida – uma viagem que está fora deste mundo”, acrescentou Anne Graham.

Continuando sua analogia, disse que qualquer viagem que fazemos nos toma “tempo, pensamento e energia”, e sugeriu aos cristãos que é preciso a mesma dedicação à vida espiritual, para estar pronto para “sumir de repente, a qualquer momento”.
Em meio a versículos comumente usados para falar sobre o tema, Anne Graham Lotz encorajou os fiéis a praticarem o Evangelho, transbordando amor e transmitindo esperança: “Qual é o serviço que você está realizando para Jesus, como você pode servi-lo ainda mais à medida que o tempo da partida se aproxima?”, questionou.
“Leia 1 Tessalonicenses 4: 16-17. Quando chegar a chamada para partir, você estará pronto? Quais itens da sua lista você gostaria de ter ‘colocado na bagagem’? […] Nós ainda não partimos, então ainda há tempo para aumentar e concluir cada item da lista de verificação. Peça a Deus para te ajudar a se preparar para que você esteja pronto para o arrebatamento”, concluiu.

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Pastor ordena “em nome de Jesus” e satanista desiste de manifestação pró-aborto; Assista

 
0
Um pastor evangélico silenciou um protesto pró-aborto ao falar sobre o perdão de Deus aos pecados e confrontar os manifestantes sobre a ausência de argumentação em um debate racional e respeitoso a respeito do aborto.
A estratégia do pastor Jeff Durbin, ligado à organização End Abortion Now, é ir às clínicas de aborto dos Estados Unidos, como a Planned Parenthood, para anunciar o Evangelho e denunciar a “cultura de morte”.NOTÍCIA GOSPEL.