sábado, 18 de fevereiro de 2017

Cidade cancela “carnaval gospel” após protestos de evangélicos

Após polêmica decisão de criar um "carnaval gospel" na cidade, Prefeitura decide cancelar o evento devido a protestos da bancada evangélica da Assembleia Legislativa do Estado, mas confirma a criação de outros eventos em março
 
2
Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade pela UNESCO, a cidade de Olinda possui um dos carnavais mais populares do mundo, mas dessa vez o que mais chamou atenção da população esse ano foi o anúncio de que haveria um “polo gospel” no carnaval da cidade. A medida gerou polêmica e após protestos de evangélicos a prefeitura decidiu cancelar a iniciativa.
Recentemente noticiamos que o carnaval terá “folia gospel” em espaço separado dos blocos tradicionais e LGBT, mas a criação de um ambiente dedicado não foi suficiente para que a maioria da comunidade evangélica olindense aceitasse a proposta. Um dia após o anúncio do “carnaval gospel” pela Prefeitura da Cidade, deputados da bancada evangélica do Estado se manifestaram em nota contra a medida, pedindo o seu cancelamento.FONTE: NOTÍCIAS GOSPEL.

QUANDO DEUS QUER ELE MANDA.

FESTA: Rio Apodi amanheceu de barreira a barreira, lagoa do Apodi tomando muita agua

Uma noite de intensa chuva em todo município do Apodi deixa todo a população eufórica. Rio Apodi amanheceu de barreira a barreira, lagoa do Apodi tomando muita água.

Veja relação das chuvas na cidade e em alguma localidade do município:
Apodi 130mm
Retiro 168mm
Lagoa do Mato 192mm
Córrego 172mm
Várzea de salina 145mm

Imagens da ponte da lagoa do Apodi. Muita água entrando na Lagoa do Apodi:BLOG DO TOINHO.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

da Igreja da Graça avançam,...

Templo das Nações: obras da nova sede da Igreja da Graça avançam, ao custo de R$ 100 milhões

 
0
O Templo das Nações, da Igreja Internacional da Graça de Deus, custará aos cofres da denominação a bagatela de R$ 100 milhões. Em obras há um ano, o edifício terá uma infraestrutura diversificada e capacidade para 10 mil pessoas.
As obras do Templo das Nações acontecem numa área de 29 mil m², de localização privilegiada. Em uma “esquina” entre a Avenida Cruzeiro do Sul com a Marginal Tietê, o terreno é servido pela linha Azul do Metrô, o Terminal Rodoviário do Tietê e duas das principais vias de circulação de automóveis da capital paulista.

A CIÊNCIA ESTA BRINCANDO COM AS COISAS DE DEUS.


RESSUREIÇÃO: Cientistas indianos ganham autorização para tentar ressurreição de humanos

Vinte pacientes que já tiveram suas mortes cerebrais confirmadas serão as primeiras cobaias do plano ambicioso

Ressurreição ainda é inédita para a ciência (foto: reprodução)
Se você é fã de livros, filmes ou seriados de fantasia ou de terror, por exemplo, já está acostumado com a ideia de uma pessoa morta retornar ao mundo dos vivos. Mas, na vida real, a história é diferente e não há nenhuma comprovação ou registro científico de alguém que tenha morrido e voltado a viver.

Na Índia, os médicos do Hospital Anupam, que fica na cidade de Rudrapur, e cientistas das organizações Bioquark e Revita Life Sciences querem ser os pioneiros em trazer mortos de volta à vida. Já autorizados pelo Institutional Review Board, órgão internacional que regula e aprova testes em humanos, os testes para tentar ressuscitar humanos começarão em breve, ainda no primeiro semestre de 2016.

Mas é importante pontuar o tipo de ressurreição que está em jogo nestes testes. Os médicos e pesquisadores não abrirão caixões ou geladeiras de necrotérios e gritarão: “levanta-te e anda!”. A ideia dos cientistas é reverter a morte cerebral já confirmada por exames clínicos e eletroencefalograma de 20 pacientes. “Estamos muito animados com a aprovação do nosso protocolo. Com a convergência de disciplinas de biologia regenerativa, neurociência e ressuscitação clínica, estamos prontos para mergulhar numa área do conhecimento científico que era inacessível com as tecnologias atuais”, disse Ira Pastor, diretor-executivo da organização Bioquark.

A morte cerebral é considerada o ponto final da vida. Ainda que o corpo de uma pessoa que tenha sofrido morte cerebral possa executar diversas funções vitais, como circulação sanguínea, digestão de alimentos e, até mesmo, gestação de um feto, o dano cerebral é irreversível e representa a perda da consciência do ser humano. Portanto, depois de constatada a morte cerebral, a pessoa passa a viver no que ficou popularmente conhecido como estado vegetativo.

Caso seja bem-sucedido, o experimento indiano abriria uma porta para a reversão da morte cerebral e, consequentemente, o retorno da consciência e da vida. “Vamos alcançar compreensões únicas sobre o estado da morte cerebral humana. Isso nos ajudará a desenvolver terapias para desordens de consciência severas, como o coma, o estado vegetativo e outras tantas doenças degenerativas, como Parkinson e Alzheimer”, explicou Sergei Paylian, fundador da Bioquark.

Ainda de acordo com Paylian, os primeiros resultados devem ser divulgados a partir de abril de 2017.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

EVANGÉLICOS SAEM AS RUAS N ESPÍRITO SANO.

    Evangélicos saem às ruas do Espírito Santo para orar e policiais se...


Evangélicos saem às ruas do Espírito Santo para orar e policiais se ajoelham


1
Os evangélicos do Espírito Santo estão enfrentando a crise de segurança pública com armas espirituais, lutando contra a crescente onda de violência no estado.
Pastores e fiéis se juntaram na última quarta-feira, 08 de fevereiro, para orar pela cidade de Cachoeiro em frente à sede da Prefeitura Municipal de Cachoeiro, na praça Jeronimo Monteiro. O grupo pediu a Deus que intervenha na situação e impeça que mais mortes e arrastões aconteçam.

+Evangélicos saem armados às ruas para defender mulheres e filhos

Quando a oração na praça terminou, os evangélicos caminharam em direção ao 9º Batalhão de Polícia Militar e fizeram orações pelos policiais militares, que estão em greve por aumento de salários, segundo informações do portal Folha do ES.
Durante a oração no Batalhão, os policiais se ajoelharam em reverência ao momento, e muitos deles, oraram juntos com os evangélicos. Assista:FONTE:NOTÍIAS EVANGÉLICAS.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Evangélico é preso por se recusar a negar a fé e ofertar com festival católico no México

 
0
A perseguição religiosa contra os evangélicos no México teve um novo capítulo durante o mês de janeiro, quando um fiel foi preso por se recusar a contribuir com um festival católico.
Embora a população evangélica venha crescendo no México, o país é majoritariamente católico, e registra diversos casos de perseguição religiosa. A Missão Portas Abertas considera o país um dos mais perigosos para os cristãos evangélicos.
A Coordenação de Organizações Cristãs informou que o evangélico Juan Gabriel Lopez Perez foi preso por autoridades da cidade de Las Margaritas, no estado de Chiapas, por se recusar a contribuir com um festival religioso permeado de sincretismo religioso, pois mistura rituais pagãos da tradição indígena com a liturgia católica.
Além de ser preso, Perez foi chantageado pelas autoridades locais, que condicionaram sua liberdade à venda de sua casa para que se mudasse da região em até 20 dias. Na prisão, ele adoeceu e só recebeu atendimento médico 72 horas depois de pedir ajuda.
Segundo informações do Morning Star News, a esposa de Perez, Eduvina, teve que ocupar seu lugar na cadeia enquanto ele estava no hospital. Quando se recuperou, o evangélico foi novamente abordado pelas autoridades e sua sanha arrecadatória: ou pagava a multa de 5 mil pesos (aproximadamente R$ 750), ou ficava preso outras 72 horas.

+Famílias evangélicas mexicanas têm casas incendiadas por católicos

Recusando-se a pagar a multa, Perez foi novamente preso, com o agravante de não assinar um documento onde reconheceria que estava negando a fé evangélica para contribuir com o festival religioso. Por isso, foi enviado para uma área do presídio isolada das demais seções.
Eduvina, vendo a situação, decidiu permanecer na cadeia e fazer companhia ao marido. O caso repercutiu, e a Coordenação de Organizações Cristãs emitiu uma nota, cobrando que as autoridades de instâncias superiores tomassem providências: “A falta de atenção do subsecretário de Assuntos Religiosos e das autoridades locais para resolver este problema, resultaram na privação ilegal das pessoas designadas”, dizia o documento, que frisava que o governador de Chiapas, Manuel Velasco Coello, estava ciente das ações de intolerância desde o final de 2016.NOTÍCIAS GOSPEL.

LOBÃO DE PMDB É INVESTIGADO

O JUSTO: Investigado, lobão (PMDB) é indiciado para presidir a CCJ, que vai sabatinar Moraes

BRASÍLIA - Investigado na Lava Jato, o senador Edison Lobão (PMDB-MA) foi indicado pelo seu partido para presidir a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Para isso, ele contou com o apoio do líder da legenda, Renan Calheiros (AL), e do ex-presidente José Sarney. Após a desistência de Raimundo Lira (PB), que também pleiteava a vaga, Lobão foi eleito por aclamação.

Lobão é alvo de inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) por supostamente integrar um grupo do PMDB no Senado que agiu como organização criminosa para fraudar a Petrobras. Ele também é investigado por ter atuado para desvios nas usinas de Belo Monte e Angra 3, quando ministro de Minas e Energia do governo da ex-presidente Dilma Rousseff.

Segundo Lobão, investigações "não devem gerar constrangimento para ninguém". "Se há acusações caluniosas contra mim, é bom que haja investigação para que a denúncia seja arquivada, assim como já ocorreu em outros casos." No ano passado, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu o arquivamento de dois inquéritos contra o senador no STF.

O parlamentar disse que a disputa pela presidência da CCJ não deixará arestas na bancada do PMDB e que manterá a amizade com Lira. O adversário, por outro lado, afirmou que não quis disputar na bancada porque houve "ingerência externa" na eleição. "E não foi o governo", completou. Questionado se a interferência seria de Sarney, ele respondeu: "não sou eu quem está dizendo".

Ao perceber que a cúpula do PMDB apoiava Lobão, Lira cogitava disputar de forma avulsa na CCJ, onde considerava ter a maioria dos votos. Instantes antes da eleição, ele acabou desistindo da empreitada alegando que seria melhor "evitar constrangimentos". "Não posso ser candidato avulso porque retirei meu nome para ser membro da CCJ", alegou.

A indicação do PMDB ainda precisa ser referendada de maneira simbólica na CCJ. Com a confirmação de Lobão na presidência, ele organizará a sabatina do ministro licenciado Alexandre de Moraes, indicado por Michel Temer para substituir Teori Zavascki no Supremo Tribunal Federal (STF), morto em janeiro. Lobão disse que precisa ser eleito oficialmente para instalar a CCJ. "Não vamos colocar os carros na frente dos bois", brincou.

Belo Monte. Em depoimento prestado em setembro de 2016 à Polícia Federal, o ex-gerente de Relações Institucionais da Camargo Corrêa Gustavo da Costa Marques afirmou ter pago propina em dinheiro em espécie ao senador peemedebista no esquema de corrupção nas obras da Usina de Belo Monte.

Costa Marques, que trabalhou por 16 anos para a Camargo, é um dos colaboradores do acordo de leniência firmado pela construtora e vários de seus dirigentes com o Ministério Público Federal (MPF) no Paraná. Em 2011, ele passou a ser o responsável pelo escritório de representação da empresa em Brasília e a ter ligações com Lobão. LEIA MAIS...

BARRADO: Nomeação de Moreira Franco a secretário-geral é suspensa por juiz de Brasília

Com a nomeação, Moreira, que ocupava o cargo de secretário executivo do Programa de Parcerias e Investimentos (PPI) do governo, passava a ter foro privilegiado

Reprodução.
Um juiz da Justiça Federal do Distrito Federal suspendeu a nomeação do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Wellington Moreira Franco. O posto foi recriado pelo presidente Michel Temer (PMDB) por meio de medida provisória no dia 2 deste mês.

Com a nomeação, Moreira, que ocupava o cargo de secretário executivo do Programa de Parcerias e Investimentos (PPI) do governo, passou a ter foro privilegiado. Ou seja, eventuais pedidos de inquérito contra ele precisariam passar pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Sua situação foi comparada à do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que chegou a ser nomeado ministro da Casa Civil no ano passado pela presidente cassada Dilma Rousseff. A nomeação, porém, foi barrada pelo Supremo Tribunal Federal.

Questionado no dia de sua posse, Moreira rejeitou a comparação e disse que sua situação é distinta à de Lula. “Eu estou no governo, eu não estava fora do governo”, disse na sexta-feira, 3.

A Advocacia-Geral da União informou que recorrerá “o mais rapidamente possível” contra suspensão de nomeação de Moreira.